Jamsux's Blog

dezembro 30, 2009

GLPI + OCS no Debian Lenny “autorizado, testado, corrigido e postado!”

Filed under: Uncategorized — jamsux @ 1:20 pm

Instalando GLPI + OCS no Debian

Pré-Requisitos:

  • Apache
  • PHP5
  • MySQL

Instalando Apache


# apt-get install -y build-essential apache2 apache2-doc apache2-mpm-prefork apache2-utils libexpat1 ssl-cert

Ajustando a instalação do Apache

Edite o arquivo /etc/apache2/mods-avaiable/dir.conf, deixe-o da seguinte forma:

# vim /etc/apache2/mods-avaiable/dir.conf

DirectoryIndex index.html index.htm index.shtml index.cgi index.php index.php3 index.pl index.xhtml

Salve e feche o arquivo

Habilitando o SSL

Edite o arquivo /etc/apache2/ports.conf, deixe-o da seguinte forma:

# vim etc/apache2/ports.conf

Listen 80
Listen 443

Salve e feche o arquivo

Habilite os módulos

# a2enmod ssl
# a2enmod rewrite
# a2enmod suexec
# a2enmod include
.

Instalando o PHP

# apt-get install -y libapache2-mod-php5 php5 php5-common php5-curl php5-dev php5-gd php5-idn php-pear php5-imagick php5-imap php5-json php5-mcrypt php5-memcache php5-mhash php5-ming php5-mysql php5-ps php5-pspell php5-recode php5-snmp php5-sqlite php5-tidy php5-xmlrpc php5-xsl php5-ldap

Ajustando a instalação

Aloque 64MB de memória para o apache:

Edite o arquivo “/etc/php5/apache2/php.ini“, procure a linha “memory_limit =” e deixe-o da seguinte forma:

# vim /etc/php5/apache2/php.ini

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;
; Resource Limits ;
;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

max_execution_time = 30 ; Maximum execution time of each script, in seconds
max_input_time = 60 ; Maximum amount of time each script may spend parsing request data
memory_limit = 64M ; Maximum amount of memory a script may consume (16MB)

Salve e feche o arquivo


Instalando o MySQL


# apt-get install -y mysql-server mysql-client libmysqlclient15-dev

Definindo a senha do MySQL:

# mysqladmin -u root password “senha”

.

Instalando o OCS-NG

O OCS-NG (Open Computer and Software Inventory Next Generation) é um aplicativo desenvolvido para ajudar o administrador de redes ou administrador de sistemas a manter o controle dos computadores e configurações de software que estão instalados na rede.

O OCS Inventory também é capaz de detectar todos os dispositivos ativos na sua rede, tais como switch, roteador, impressora de rede e dispositivos autônomos. Para cada um, que armazarna os endereços IP e MAC e lhe permite classificá-los.

# apt-get install -y libphp-pclzip libxml-simple-perl libcompress-zlib-perl libdbi-perl libclass-dbi-perl libdbd-mysql-perl libapache-dbi-perl libnet-ip-perl libsoap-lite-perl libapache2-mod-perl2

Baixando e instalando o OCS-NG:

# wget http://downloads.sourceforge.net/ocsinventory/OCSNG_UNIX_SERVER_1.02RC3.tar.gz
# tar -zxvf OCSNG_UNIX_SERVER_1.02RC3.tar.gz
# cd OCSNG_UNIX_SERVER_1.02RC3
# ./setup.sh

Do you wish to continue ([y]/n)? y
Which host is running database server [localhost] ?
Do which port is running database server [3306] ?
Where is Apache daemon binary [/usr/sbin/apache2] ?
Where is Apache main configuration file [/etc/apache2/apache2.conf] ?
Which user account is running Apache web server [www-data] ?
Which user group is running Apache web server [www-data] ?
Where is Apache Include configuration directory [/etc/apache2/conf.d] ?
Where is PERL Intrepreter binary [/usr/bin/perl] ?
Do you wish to setup Communication server on this computer ([y]/n) ? y
Where to put Communicarion server log directory [/var/log/ocsinventory-server] ?
Do you wish to continue ([y]/n) ? y
Do you allow Setup renaming Communicarion Server Apache configuration file to ‘z-ocsinventory-server.conf’ ([y]/n) ? y
Do you wish to setup Administration Server (Web Administration COnsole) on this computer ([y]/n) ? y
Do you wish to continue ([y]/n) ? y
Where to copy Administration Server static files for PHP Web Console [/usr/share/ocsinventory-reports] ? Where to create writable/cache directories for deployment packages and IPDiscover [/var/lib/ocsinventory-reports] ?

—————————————————————————————————————————-

TALVEZ NO MEIO DA INSTALAÇÃO RETORNE ESSE ERRO

Make utility not found!

Setup is not able to build OCS Inventory NG Perl Module

PARA RESOLVER EXECUTE O COMANDO

# aptitude install build-essential -y

Depois inicie a instalação novamente.

—————————————————————————————————————————-

Abra seu navegador preferido e acesse: http://seuservidor/ocsreports/install.php (onde o seuservidor, refere-se ao IP do servidor instalado).

—————————————————————————————————————————-

Caso não apareça nada no navegador, você executa o comando abaixo:

# cp -r ocsreports/  /var/www

—————————————————————————————————————————-

Digite o login/senha do root do MySQL e clique em Send

img_ocs_01

Aguarde a configuração do banco de dados

img_ocs_02

Em seguida, acesse http://seuservidor/ocsreports/

img_ocs_03

Preencha os campos:
Usuário: admin
Senha: admin

A instalação OCS-NG está concluída. Basta instalar os agentes nas máquinas da rede, para que busque as informações e abasteça o banco de dados.

Baixando os agentes:

Windows:

http://downloads.sourceforge.net/ocsinventory/OCSNG_WINDOWS_AGENT_1.02RC3.zip

Linux/BSD/AIX/Solaris/MacOSX:
http://downloads.sourceforge.net/ocsinventory/Ocsinventory-Agent-0.0.10beta2.tar.gz

OBS: Baixe o agente, de acordo com a versão do OCS-NG instalada.

.

Instalando o GLPI


O GLPI é uma solução open-source de gestão de parque de informárica e helpdesk, uma aplicação 100% Web para gerenciar todos os problemas de gestão de parque de informática: gestão de inventário de hardware e software e atendimento aos usuários.

Baixando e instalando o GLPI

# wget http://glpi-project.org/IMG/gz/glpi-0.71.2.tar.gz
# tar -zxvf glpi-0.71.2.tar.gz
# mv glpi /var/www/
# chown -Rf www-data /var/www/glpi

Abra seu navegador e digite http://seuservidor/glpi (onde o seuservidor, refere-se ao IP do servidor instalado).

Selecione o idioma desejado e clique em OK.

img_glpi_01

Aceite os termos de licença e clique em Continuar.

img_glpi_021

Clique em Instalar para iniciar a instalação.

img_glpi_03

Após a checagem, estando tudo perfeito, clique em Continuar.

img_glpi_04

Preencha os campos:

Servidor do MySQL: localhost
Usuario do MySQL: root
Senha do MySQL: *****

img_glpi_05

Selcione o banco de dados e clique em Continuar.

img_glpi_06

Banco de dados iniciado, clique em Continuar.

img_glpi_07

Instalação concluída, o GLPI informa os usuários padrões, clique em Usar GLPI.

img_glpi_08

Após os testes, atualize o banco de dados, clicando em Atualizar.

img_glpi_09

Após a atualização, clique em Usar GLPI.

img_glpi_10

Instalação concluída, acesse o GLPI

Usuáro: glpi
Senha: glpi

img_glpi_11Página inicial do GLPI:

img_glpi_12

.

Integrando GLPI e OCS


Entre no GLPI e vá até o item Configurar > Geral.

Procure pela aba Restrições, na opção Ativar modo OCS-NG, habilite-a e clique em Enviar.

img_integrando_01

Em seguida, entre em Configurar > Modo OCS-NG, marque a conexão default (localhost), selecione Deletar e clique em Enviar. Depois clique no sinal “+” para criar uma nova conexão.

img_integrando_02

Clique em Modelo em branco

img_integrando_03

Preencha os campos e clique em Enviar.

Nome: ImportOCS (Nome da conexão)
Servidor do OCS-NG: localhost (ou IP do servidor)
Nome do banco de dados do OCS-NG: ocsweb (Nome default, caso não tenha alterado)
Usuário do banco de dados do OCS-NG : root (Usuário do banco)
Senha do usuário do OCS-NG : *****

img_integrando_04

Após a conexão com o banco, seleciona as opções que deseja importar.

Para que o GLPI importe os softwares coletados pelo OCS-NG, desabilite a opção Usar o dicionário de software do OCS-NG.

img_integrando_05-1

Clique em Inventário > Computadores, para ver os computadores importados do OCS-NG.

img_integrando_06

OBS: Caso não tenha nenhum dado importado, você pode forçar uma importação em Ferramentas > OCS-NG e clique em Importação de novos computadores.

img_integrando_07

Pronto! O GLPI e o OCS-NG estão sincronizados.

Sincronização automática com OCS-NG

Baixe o plugin de sincronização

# wget http://glpi-project.org/IMG/gz/glpi-mass_ocs_import-1.2.tar.gz

Basta descompactar o arquivo e mover o conteudo do diretório para o diretório plugins do GLPI.

# tar -zxvf glpi-mass_ocs_import-1.2.tar.gz
# mv mass_ocs_import/* /var/www/glpi/plugins

Pronto! Plugin instalado.

OBS: Versões anteriores do GLPI, para ativar o plugin vá ao menu Configurar > Plugins. Configurar o servidor do OCS-NG e clicar em Ativar Sincronização.

Esse eu agarantiu!!!!

Anúncios

6 Comentários »

  1. Olá! Gostaria que se possível me ajudasse. Pois seguindo todos os passos descritos acima existem alguns pacotes que não consigo instalar via apt-get como exemplo o “# apt-get install -y apache2-mpm-prefork libexpat1 ”

    E também no comando # mysqladmin -u root password “senha” aparece a mensagem que o usuário root não tem permissão para altera senha.

    Comentário por Clayton Marques — fevereiro 24, 2010 @ 7:36 pm

    • Olá Clayton,

      Muito estranho vc nao ter conseguido baixar, de qualquer forma segue os links dos pacotes ja preparados

      http://ftp.us.debian.org/debian/pool/main/a/apache2/apache2-mpm-prefork_2.2.14-7_i386.deb
      http://ftp.us.debian.org/debian/pool/main/e/expat/libexpat1-dev_2.0.1-7_i386.deb

      Já o problema do comando do mysql, faça o seguinte, vc vai deletar o pacote que provavelmente está no cache e efetuar novamente a instalação do mysql-server, para que na instalação ele te pergunte qual senha vc quer definir para o root do mysql, efetue os comandos abaixo:

      # rm -r /var/cache/apt/archives/*mysql*
      # aptitude install mysql-server

      No meio da instalação ele irá pedir para você definir a senha do root do mysql.
      Se vc não acertar cara, verifica se vc está executando como root o comando ou se não se está digitando sudo antes, exemplo:

      # mysqladmin -u root password ‘nova_senha’

      ou

      $ sudo mysqladmin -u root password ‘nova_senha’

      Ou você pode alterar a senha com os comandos:

      # mysql -u root mysql
      mysql> UPDATE user SET Password=PASSWORD(‘nova_senha’) WHERE User=’root’;
      mysql> FLUSH PRIVILEGES;

      Qualquer coisa vc entra em contato novamente.

      Comentário por jamsux — fevereiro 25, 2010 @ 7:17 pm

      • Olá Jamsux!

        Descobri que o problema esta na minha lista de repositórios! Que tive que acrescentar as linhas:

        “deb http://debian.pop-sc.rnp.br/debian/ lenny main contrib non-free
        deb-src http://debian.pop-sc.rnp.br/debian/ lenny main main contrib non-free

        # aptitude update
        # aptitude -f dist-upgrade

        Mas agora funcionou blz.

        E agora estarei seguindo seu manual par fazer a instalação do GLPI para fazer a sincronização. E depois quero vê se consigo fazer a habilitação para autenticação via LDAP. Pois quero utilizar minha base de usuários do meu webmail!

        Muito obrigado pela resposta e vou postando aqui em que fase estou! Se tiver alguma dica ou sugestão é só falar.

        Comentário por Clayton Marques — fevereiro 26, 2010 @ 11:17 am

  2. Olá Jamsux!!

    Foi tranquilho a instalação do Glpi e também a intregação com o OCS. tudo funcionando bem. Mas uma vez obrigado pelo tutorial.

    Agora não sei se tem com fazer a autenticação de usuário Usando LDAP só que em tipo de servidor (Unix/Open Directory). Pois meu servidor de e-mail utilizado é o zimbra, e já consigo fazer a autenticação de usuário no meu servidor de impressão PaperCut. Alguma dica!?

    Comentário por Clayton Marques — fevereiro 26, 2010 @ 2:40 pm

  3. Olá aqui está dando o seguinte erro na hora que vou acessar ocsreports/install.php :

    NOTICE: You will not be able to build any deployment package with size greater than 2M.
    You must raise both post_max_size and upload_max_filesize in your php.ini to encrease this limit.

    ERROR: can’t write in directory (on dbconfig.inc.php), please set the required rights in order to install ocsinventory (you should remove the write mode after the installation is successfull).

    Editei deixando nessa faixa o :
    vim /etc/php5/apache2/php.ini

    ;;;;;;;;;;;;;;;;;;;
    ; Resource Limits ;
    ;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

    max_execution_time = 30 ; Maximum execution time of each script, in seconds
    max_input_time = 60 ; Maximum amount of time each script may spend parsing request data
    memory_limit = 64M ; Maximum amount of memory a script may consume (16MB)

    Como faço para habilitar o :

    Habilite os módulos

    # a2enmod ssl
    # a2enmod rewrite
    # a2enmod suexec

    as porta já estão descomentadas por default?

    vim etc/apache2/ports.conf

    Listen 80
    Listen 443

    Agradeço desde já pela ajuda.

    Comentário por claudio — maio 2, 2011 @ 3:05 pm

    • Amigo,

      Agradeço pelo acesso.

      As linhas que você mostrou aí não são referentes ao (post_max_size e upload_max_filesize) procure direito no php.ini para ver se acha.

      As portas devem estar descomentadas sim. Para habilitar os módulos basta executar esses comandos mesmo. Caso dê algum erro verifique se você instalou os pacotes corretamente.

      O erro que está aparecendo, é que o Install.php que faz referência no arquivo (bconfig.inc.php) não está acessível e/ou não está com permissão de escrita.

      Peço que você procure no diretório do ocs/ (provavelmente em /var/www/ocs) se encontra esse arquivo “bconfig.inc.php”. [# find /var/www/ocs/ -name *inc.php*]. Após achar execute [#chmod 777 -R (diretorio onde o arquivo está)].

      Lembre-se instale a versao mais nova do OCS e após instalar me envie um e-mail que vou te responder com o .txt da linguagem do OCS completamente e corretamente traduzida por mim.

      Abraço

      Comentário por jamsux — maio 4, 2011 @ 6:40 pm


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: